Notícias

Implantador da Placa Mercosul no Brasil é preso por corrupção

07/ago/2020 | por Imprensa Fenadesp

Alexandre Baldy foi preso por corrupção na quinta (05) pela operação Lava Jato, que investiga desvios na área de saúde dos estados de São Paulo e Rio de Janeiro. Baldy era Ministro das Cidades no governo Temer, quando foi implantada na marra a Placa Mercosul.

A Polícia Federal apura crimes que teriam sido cometidos por Alexandre Baldy entre os anos de 2012 e 2018, relacionádos à Saúde Pública, enquanto ele ocupou os cargos de secretário estadual de Indústria e Comércio do Estado de Goiás, na gestão de Marconi Periilo; como deputado federal por Goiás;  e como Ministro das Cidades do Presidente Michel Temer.

Na decisão do juíz Marcelo Bretas, responsável pelos processos da Lava Jato no Rio de Janeiro, Baldy é apontado porque adotou a prática habitual de cometimento de vários ilícitos penais ao longo dos seguidos cargos públicos que ocupou”. Segundo a PF,  foi identificado “conluio entre empresários e agentes públicos, que tinham por finalidade contratações dirigidas“.

Durante as buscas nas residências de Alexandre Baldy, a Polícia Federal encontrou R$245 mil em dinheiro vivo.

Atualmente, Baldy ocupava o cargo de secretário dos Transportes Metropolitanos de São Paulo, mas já foi afastado pelo governador João Doria.

Alexandre Baldy foi um dos maiores articuladores políticos para que a Placa Mercosul entrasse em vigor, mesmo com tantas divergências e controvérsias, antes do fim do mandato de Temer.

*Foto: Jornal Goiás em Destaque

 

 

 




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




FIQUE ATUALIZADO!

RECEBA ATUALIZAÇÕES, INFORMAÇÔES
E NOSSOS CONTEÚDOS EM SEU E-MAIL
Quero Receber